sexta-feira, 10 de setembro de 2010

O crescimento económico ilusório de Angola


“Angola está entre as economias que mais cresceram no mundo nos últimos cinco anos”. “Angola, uma das maiores economias de África e uma das que mais dinâmicas do mundo”, são slogans publicitários sustentados única e exclusivamente por números e em despeito da realidade angolana, que vão para o ar e são repetidos dezenas de vezes por dia, repetimos, DEZENAS DE VEZES POR DIA e desde há muitos meses a esta data na TPA Futunguista (alguns deles desde o ano passado!), o que é um recorde absoluto de lavagem cerebral provavelmente no mundo inteiro, já que estamos em performances a nível planetário. É ópio, é mentira, é areia para os olhos dos angolanos, é um método de baixa estirpe para fazer valer o nada ou quase nada de mérito que nos cabe por isso acontecer. E tanto mais que o verdadeiro significado desse crescimento é totalmente ignorado. Só para exemplificar consideremos o seguinte caso: são dois espaços territoriais, um com dez casas, outro com um milhão de casas. No de dez casas foram construídas mais duas casas e diz-se que cresceu de 20%. No de um milhão, construíram-se mais 100 mil casas e diz-se que cresceu de 10%. Será que teria crescido menos que o outro?... Ora o que acontece é ser precisamente no espaço em que há dez casas que se encontra a economia de Angola, uma das que mais cresceu, é verdade, mas só em relação àquilo que tinha, quer dizer, ao muito pouco que a guerra nos deixou! E a mentira da propaganda deste regime é essa, dá a entender que somos dos melhores que há no mundo, quando o que mais temos é fraquezas a burilar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário