terça-feira, 17 de julho de 2012

"Angola Fala Só" - Almirante "Miau" : O problema do MPLA é a sua direcção e o seu presidente


O candidato a vice presidente pela CASA-CE, Almirante Mendes de Carvalho "Miau" falou com os ouvintes
VOA
O grande problema do MPLA é a sua direcção e o seu presidente, disse o Almirante André Gaspar Mendes de Carvalho “Miau” da CASA-CE.

Respondendo a perguntas dos ouvintes da Voz da América no programa “Angola Fala Só”, o Almirante “Miau” manifestou confiança em que a CASA-CE poderá vencer as eleições. Caso o seu partido não vença as eleições mas conquiste lugares no parlamento será uma oposição “responsável”.

O seu partido, disse ele, irá denunciar e opor-se aquilo que está errado mas também se fará ouvir quando o governo fizer coisas boas.

“O MPLA tem boa gente, tem gente honesta, tem quadros médios bons,” disse o almirante.

“O grande problema do MPLA é a sua direcção e o seu presidente, “ disse o Almirante que noutro passo do programa disse que “o governo é o presidente”.

Durante o programa a questão mais abordada pelos ouvintes foi a situação dos veteranos das forças armadas muitos dos quais não recebem as suas pensões de reforma.

O almirante disse que uma das razões que o tinha levado a entrar na vida política tinha sido precisamente a situação dos ex militares.
Muitos militares tinham sido integrados por um período que não deveria ultrapassar trê sou quatro anos mas permaneceram mais de 10 anos não tendo estudado e tendo agora enormes dificuldades de reintegração na sociedade civil.
Um dos ouvintes que telefonou, ele próprio ex militar, falou da sua situação afirmando estar "desmotivado" com a vida.

O número dois da lista da CASA-CE disse que os veteranos das forças armadas “não mereceram por parte do governo a atenção devida”.

Embora não se possa dizer que nada foi feito, disse ele, “muitos militares estão em condições deploráveis”.

O Almirante Mendes de Carvalho mencionou a organização do campeonato de futebol de África em Angola, o CAN, onde foram gastos milhões de dólares como um exemplo de que dentro do governo “não há uma prioridade deste governo em relação aos ex militares”.

O Almirante foi também interrogado pelos ouvis sobre a situação de Cabinda afirmando que “a história levou a que Cabinda seja parte do território angolano”.

Para o Almirante a FLEC “é uma organização que levou a cabo uma luta pela independência de Cabinda ás vezes de um modo não muito correcto”.

O importante, disse, é tentar resolver o problema através de “um diálogo inclusivo”.

O Almirante apelou para que todos os partidos e os angolanos “tomem as medidas necessárias para que haja verdade” nas próximas eleições.

O objectivo do CASA é colocar delegados em todas as mesas eleitorais do país para fazer o controlo dos votos, disse o almirante que elogiou também o lidar do CASA-CE Abel Chivukuvuku que disse ser um líder honesto e capaz de ser "um excelente" presidente de todos os angolanos

Ouça a a conversa dos ouvintes com o Almirante Mendes de Carvalho
Pode consultar o nosso arquivo abaixo, para ouvir, na íntegra, este e todos os outros programas, transmitidos em...

17h30 às 18h00: frequências de 9805 - 13865 - 17820

18h00 às 18h30: frequências de 1530 - 9825 - 15740
PARA PARTICIPAR GRÁTIS:
Envie um SMS com o seu nome e número de telefone para 932 34 86 98 (a equipa da VOA liga para si à hora do programa), ou envie uma mensagem de e-mail, com o seu nome e número de telefone para AngolaFalaSo@gmail.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário